(31) 99961.3063 (31) 3225-6408









Hoje celebram o fim do imposto sindical, mas o trabalhador sentirá o golpe da reforma trabalhista quando for buscar seus direitos e não encontrar o sindicato para defendê-lo



No dia 11/07, terça-feira, o Senado aprovou o texto da reforma trabalhista. A reforma que muda a lei trabalhista e traz novas definições sobre direitos do trabalhador foi sancionada pelo ilegítimo presidente Michel Temer.

A reforma mudará questões como férias, jornada de trabalho, descanso, remuneração, etc. Veja as principais mudanças:

FÉRIAS - poderão ser divididas em até três períodos, sendo que um deles seja de pelo menos 15 dias corridos.

REMUNERAÇÃO - remuneração por produção não será obrigatório o pagamento do piso ou salário mínimo. E trabalhadores e empresas poderão negociar as formas de remuneração, não necessariamente fazendo parte do salário.

JORNADA - poderá ser de 12 horas diárias com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais e 220 horas mensais.

DEMISSÃO COLETIVA - os empregadores poderão demitir todos os funcionários e contratar novos por menores salários e benefícios, sem pagar multa.

ALMOÇO - torna-se obrigatório dar apenas 30 minutos, ao invés da 1 hora de antes.

TRANSPORTE - os empregadores não precisarão mais pagar pelas horas de deslocamento.

TERCEIRIZADOS - as empresas não terão responsabilidade nenhuma sobre a indenização em caso de demissão.

GRÁVIDAS - quem decidirá onde elas trabalham será o médico da empresa.

RESCISÃO - os sindicatos não terão mais a obrigação de assinar a rescisão, as empresas poderão agir como for melhor para elas. Convenções e acordos coletivos poderão prevalecer sobre a lei.

JUSTIÇA DO TRABALHO - não será mais gratuita, caberá ao trabalhador pagar os honorários.

Esses são apenas alguns pontos aprovados nessa reforma que tira do trabalhador muitos dos seus direitos básicos, deixando-o à mercê dos patrões. A população parece ainda não ter percebido o golpe que acabou de levar e muitos só perceberão quando forem atrás dos seus direitos e verem que estão desamparados pela Lei.
Compartilhamento:      
CALENDÁRIO SINARQ
Dezembro / 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

FORMULÁRIO DE CONTATO

CSU
CUTCAUPrimondoFNA





RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Informe-se sobre as principais ações do Sinarq/MG, cadastre-se em nossa newsletter.



Onde Estamos



Rua Mestre Lucas, 70 - Bairro Cruzeiro (esquina com a Av. Afonso Pena) - Belo Horizonte/MG - CEP 30310-240. CNPJ: 19.691.336/0001-76 Código da Entidade: 012.101.01750-6. Email: faleconosco@sinarqmg.org.br



© 2015 - SINARQ Todos os direitos reservados