(31) 99961.3063 (31) 3225-6408









Seguro-desemprego. Como requerer e quantas parcelas receber



Gustavo Nardelli Borges, para Jusbrasil

O Seguro-desemprego é um benefício integrante da seguridade social. Tem por finalidade prover assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado em virtude de dispensa sem justa causa, inclusive a indireta, ao trabalhador comprovadamente resgatado de regime de trabalho forçado ou da condição análoga à de escravo e auxiliar os trabalhadores na busca ou preservação do emprego, promovendo para tanto ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional. No período em que o trabalhador estiver recebendo o seguro-desemprego, ele não pode ter outra remuneração oriunda de vínculo empregatício formal ou informal.

Terá direito à percepção do seguro-desemprego o trabalhador dispensado sem justa causa que comprove ter recebido salários de pessoa jurídica ou de pessoa física a ela equiparada, relativos a:

pelo menos doze meses nos últimos dezoito meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da primeira solicitação;

pelo menos nove meses nos últimos doze meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da segunda solicitação; e

cada um dos seis meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando das demais solicitações.

O prazo para requerer o benefício é de sete a cento e vinte dias corridos contados do dia seguinte à data de demissão. O trabalhador deve agendar o atendimento num posto do Ministério do Trabalho e Emprego e na ocasião levar pelo menos os seguintes documentos:

RG, CPF e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);

documento de inscrição no PIS/PASEP;

requerimento de Seguro Desemprego/Comunicação de Dispensa impresso pelo empregador;

termo de rescisão do contrato de trabalho juntamente com a via de quitação (quando o prazo de duração for inferior a um ano) ou juntamente com a via de homologação feita pelo sindicato (quando o prazo de duração for superior a um ano);

comprovante de saque do FGTS ou extrato de conta vinculada carimbado pela Caixa Econômica Federal (CEF), ou ainda, extrato analítico do FGTS;

para os trabalhadores que são parte em reclamatória trabalhista é obrigatório apresentar a sentença judicial transitada em julgado ou alvará judicial ou homologação de acordo ou certidão constando a data de entrega das guias ou termo de conciliação intersindical.

para trabalhadores que possuem alteração ou divergência de identidade e que ainda não modificaram a CTPS deverão apresentar documentação pertinente à situação (certidão de casamento, nascimento, averbação de divórcio, etc.).

Quanto ao número de parcelas:

Para a primeira solicitação do benefício serão quatro parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício, com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses no período de referência. Cinco parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses no período de referência;

Para a segunda solicitação serão três parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício, com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo nove meses e no máximo onze meses no período de referência. Quatro parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses no período de referência. Cinco parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses no período de referência;

A partir da terceira solicitação serão três parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício, com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo seis meses e no máximo onze meses no período de referência. Quatro parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses no período de referência. Cinco parcelas se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses no período de referência.

Compartilhamento:      
CALENDÁRIO SINARQ
Fevereiro / 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

FORMULÁRIO DE CONTATO

CSU
CUTCAUPrimondoFNA





RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Informe-se sobre as principais ações do Sinarq/MG, cadastre-se em nossa newsletter.



Onde Estamos



Rua Mestre Lucas, 70 - Bairro Cruzeiro (esquina com a Av. Afonso Pena) - Belo Horizonte/MG - CEP 30310-240. CNPJ: 19.691.336/0001-76 Código da Entidade: 012.101.01750-6. Email: faleconosco@sinarqmg.org.br



© 2015 - SINARQ Todos os direitos reservados